Comitiva de embaixadores na África Austral visitam a ZPE do Ceará

16 de outubro de 2013 - 03:00

Uma comitiva de embaixadores e chefes de missões das 10 embaixadas de países componentes da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), representadas em Brasília, conheceram as instalações da Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE CEARÁ) e da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Na ZPE, eles foram recebidos pelo presidente da Zona de Processamento de Exportação, Cesar Ribeiro, e pela diretora comercial, Candice Westgate. A visita faz parte de uma agenda de compromissos que a comitiva tem aqui no Ceará desde a última segunda, 14. O objetivo principal dos encontros é o estreitamento das relações com o Brasil, especialmente com o Ceará, por meio da identificação de oportunidades de investimento e parcerias nas áreas de comércio, turismo, agricultura e educação.

Na agenda, o grupo agendou encontros com o governador Cid Gomes, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), representantes da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e visitas a localidades que são foco de investimentos ou que sirvam de exemplo ao desenvolvimento de países da África.

O grupo é composto de embaixadores e chefes de missões das dez embaixadas da SADC representadas em Brasília:

-Embaixador Francis Moto – República do Malawi, presidente do Comitê de Embaixadores da SADC em Brasília.
-Embaixador Thomas Sukutai Bvuma – da República do Zimbabwe, vice-presidente do Comité de Embaixadores da SADC, em Brasília.
-Embaixador Lineekela Mboti – República da Namíbia.
-Embaixador Manuel Lubisse – República de Moçambique.
-Embaixadora Bemadette Sebage Rathedi – República de Botswana.
-Embaixador Francis Malambugi – República Unida da Tanzânia.
-Embaixador Nelson Cosme – República de Angola.
-Embaixador Mphakama Nyangweni Mbete -África do Sul.
-Embaixadora Cynthia Misozi Jangulo – República de Zâmbia.
-Encarregada de Negócios Benoit Chatel Tchamlesso – República Democrática do Congo.

Relações Ceará X África

As relações entre o Ceará e os países da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) são constantes. Dados do Centro Internacional de Negócios da FIEC mostram que, em 2012, o Ceará exportou para essas nações cerca de U$S 19,7 milhões e importou U$S 13,5 milhões, finalizando com um saldo positivo na balança comercial de U$S 6,1 milhões.

A participação do Ceará nas exportações do Brasil para os dez países em 2012 é de apenas 0,6%, no total de U$S 3,2 bilhões. Nas importações brasileiras para o bloco em 2012, a participação do estado é 1,4%, no total de U$S 951 milhões. Em 2013, de janeiro a setembro, com os países da SADC, o Brasil já exportou U$S 2,5 bilhões e importou U$S 1,2 bilhão.

N acumulado de 2013, de janeiro a setembro, as exportações cearenses para esse grupo de países já alcançaram a marca de U$S 16,7 milhões, contra U$S 6,9 milhões referentes às importações cearenses para o mesmo destino.

O Ceará mantém e manteve relações de comércio exterior em 2012 e 2013 com Angola, África do Sul, Ilhas Maurício, Moçambique, Zimbábue, Madagascar, Zâmbia e Tanzânia. Já o Brasil se relaciona com 14 países desse bloco. São eles (em ordem decrescente de exportações): África do Sul, Angola, Moçambique, Congo, Ilhas Maurício, Tanzânia, Namíbia, Zâmbia, Madagascar, Zimbábue, Malawi, Suazilândia, Botswana e Lesoto.

Os principais produtos cearenses exportados para o SADC são calçados, aparelhos para cozinhar, ceras vegetais, artefatos para confecção de calçados, bolachas, móveis de metal, sucos e extratos vegetais.

*Com informações da FIEC.

 

Veja fotos da visita: