Empossadas nova Presidência e Diretorias da ZPE CEARÁ

27 de agosto de 2015 - 17:22

O recém-empossado presidente da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) Ceará, Mário Lima Júnior, avalia que a área alfandegada é privilegiada, dentre outros fatores, por sua posição favorável, já que está a apenas seis quilômetros do Porto do Pecém. Entretanto, o distrito industrial necessita de ajustes internos prioritários, com o objetivo de harmonizar, ainda mais, as ações dos diversos órgãos que atuam sobre a área.

O presidente diz que qualquer indústria com foco em exportação será bem-vinda à ZPE, desde que obedeça à legislação que determina o direcionamento de 80% de sua produção para o mercado externo e 20% para o consumo interno. “O setor calçadista é um segmento interessantíssimo, o de granito também. A ZPE é para todas elas. Não há impedimento”, afirma.

Lima Júnior assumiu oficialmente o comando da ZPE CEARÁ na última segunda-feira. Também tomaram posse Ubiratan Teixeira (diretoria administrativo-financeira), Roberto Castro assume (diretoria comercial) e Andréa Freitas assume a (diretoria técnica).

A princípio, o presidente pretende investir sua gestão na melhoria operacional da ZPE, considerando os diversos órgãos que atuam na área. “Todo o nosso esforço será para trabalhar na harmonia dos esforços da Receita Federal, Ministério da agricultura, Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), e a Polícia Federal”, afirma ela.

O gestor ressalta que serão feitos “ajustes, mas sem romper a essência do que foi definido. Vamos trabalhar em torno dessa harmonia. São ajustes internos, de normas, de trânsito, de controle de pessoal, de viaturas, de mercadorias, são coisas que são básicas e que realmente precisamos fazer”, defende.

Mário Lima Júnior possui graduação em Engenharia Mecânica e pós-graduação em Segurança do Trabalho. No governo Tasso Jereissati, foi subsecretário do Desenvolvimento Econômico. Também foi secretário executivo da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), diretor de desenvolvimento comercial do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp) e diretor de Infraestrutura e Gestão Portuária da Companhia Docas do Ceará (CDC).

alt

 

ZPE CEARÁ

Ligada a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE), a ZPE é uma área em consonância com as melhores práticas internacionais, destinadas à instalação de indústrias voltadas para exportação, garantindo benefícios fiscais, cambiais e administrativos previstos em lei. Funciona como um forte instrumento na captação de investimentos, contribuindo para o desenvolvimento econômico do Ceará.

A ZPE tem como objetivos principais de difundir tecnologias, gerar empregos, favorecer a balança comercial, melhorar a competitividade das exportações, atrair novos investidores e diminuir desigualdades regionais, a ZPE CEARÁ é a primeira a entrar em operação no Brasil.

Inaugurada oficialmente em agosto de 2013, a ZPE CEARÁ é um distrito onde empresas localizadas nela operam com isenção de impostos e liberdade cambial. Atualmente, possui três empreendimentos em instalação: a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), a Vale Pecém e a White Martins.

Com informações do Diário do Nordeste.