Phoenix do Pecém quer instalar empresa para atender a CSP

4 de setembro de 2015 - 19:01

O presidente da ZPE CEARÁ, Mário Lima Júnior, e o diretor comercial da ZPE, Roberto de Castro receberam o projeto de instalação que será analisado pela  estatal.

O presidente da Companhia Administradora da Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE CEARÁ), Mário Lima Júnior e o diretor comercial da ZPE, Roberto de Castro, receberam, ontem, à tarde, o advogado Pedro Albuquerque, representante da empresa Phoenix do Pecém, que foi apresentar um projeto de instalação da empresa na área da ZPE. O valor do investimento será da ordem de R$ 198 milhões e a expectativa é gerar 200 empregos diretos na região.

Após a análise pela ZPE CEARÁ, o projeto será encaminhado para o Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), do MDIC, para ratificação. A Phoenix é uma empresa que explora a atividade industrial, relacionada com a siderurgia, bem como com a prestação de serviços siderúrgicos variados, incluindo a manipulação e  porcessamento de escória e a recuperação de metais. A proposta da empresa é trabalhar na ZPE CEARÁ com o reprocessamento das sucatas de gusa e de aço oriundas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) .

O reaproveitamento das sucatas será em torno de 99% e a capacidade de produção estimada em 700 mil toneladas por ano. Toda a produção da Phoenix na ZPE CEARÁ será voltada para atender às necessidades da CSP. Segundo Mário Lima, a importância deste projeto, além de gerar novos empregos é qualificar a mão de obra local.