Cônsul Comercial dos Estados Unidos reconhece capacidade do Porto do Pecém

13 de setembro de 2019 - 08:06

O representante do

Governo norte-americano visitou o Porto do Pecém pela primeira vez para promover programa que auxilia na internacionalização de empresas

O Cônsul Comercial dos Estados Unidos no Brasil, Jonathan Ward, visitou na tarde dessa segunda-feira (09/09) o Complexo Industrial e Portuário do Pecém – CIPP. O primeiro compromisso do representante do governo norte-americano foi assistir a uma apresentação institucional sobre o Complexo. Em seguida ele e a comitiva conheceram as instalações do Porto do Pecém.

“O que eu vi hoje aqui no Pecém me deixou muito impressionado. Me pareceu um porto muito organizado, com todas as facilidades portuárias. Pela minha experiência, pelo que já vi, o porto tem uma logística profissional com suporte de classe mundial”, disse Jonathan Ward – Cônsul Comercial dos Estados Unidos no Brasil.

A visita da comitiva do Departamento de Comércio dos Estados Unidos pode resultar futuramente num aumento das relações comerciais entre Brasil e Estados Unidos através do Porto do Pecém. O terminal cearense é servido, desde o início de suas operações, por uma linha regular de navegação entre o Pecém e alguns dos portos norte-americanos.

“É muito importante a gente se aproximar das oportunidades de negócio que as empresas americanas podem trazer ao Pecém. É uma via de mão dupla. Nós temos oportunidades para que as empresas norte-americanas se beneficiem, como também podemos ter empresas dos EUA que podem vir a se instalar no Complexo do Pecém. É por isso que apresentamos o portfólio de oportunidades para eles”, disse Duna Gondim – Diretora Comercial do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Também participaram do encontro os especialistas de investimento do SelectUSA, André Leal e Fabíola Rios; além da Diretora de Relações Institucionais do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, Rebeca Oliveira. O SelectUSA é o programa do governo federal dos Estados Unidos que auxilia na internacionalização de empresas