Expansão da ZPE Ceará é discutida por especialistas na FIEC

4 de outubro de 2019 - 17:50 # # # # # # # # #

Estudo prospectivo elaborado pelo Observatório da Indústria foi apresentado em painel realizado nessa sexta-feira

Especialistas em comércio exterior dos mais diversos setores da economia se reuniram na manhã dessa sexta-feira (04) para um painel de discussão sobre o estudo prospectivo que está sendo elaborado pelo Observatório da Indústria da FIEC com o objetivo de identificar oportunidades e tendências que vão subsidiar a estratégia de expansão e atração de investimentos para a Zona de Processamento de Exportação do Ceará.

“ A intenção desse encontro é justamente levantar ideias sobre oportunidades de investimento na ZPE, como uma maneira de também nos desviarmos das amarras da burocracia nacional. E não podemos esquecer também da questão fiscal que oferece uma série de vantagens para que as empresas de modo geral possam procurar novas oportunidades”, disse Carlos Prado – Vice-Presidente da Federação das Indústrias do Ceará.

No evento foram apresentadas tendências globais que influenciarão o posicionamento competitivo da ZPE Ceará, bem como um panorama do comércio exterior global. Hoje estão em operação 5.383 zpe´s em 147 países. No Brasil, a ZPE do Ceará é a única zona de processamento de exportação em funcionamento.

“ Esse momento representa um amadurecimento da ZPE Ceará. Já temos seis anos de experiência operacional com esse equipamento que é responsável por boa parte das exportações do estado. Por isso foi produtivo esse encontro para que os industriais conheçam a nossa realidade. Sentimos a importância da participação dos empresários e percebemos como a parceria com a FIEC é fundamental no desenvolvimento da economia do estado”, declarou Mário Lima – Presidente da ZPE Ceará.

A zona cearense de exportação faz parte do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, presidido por Danilo Serpa que fez um anúncio importante durante o evento.

“ Temos a expectativa de poder licitar as obras de infraestrutura da ZPE II no próximo mês. Serão mais 23 hectares de área para a atração de novas indústrias. O investimento deve ser de aproximadamente R$ 15 milhões. E aí teremos aproximadamente um ano de obras para poder entregar a expansão da nossa zona de processamento de exportação até o fim de 2020”, diz Danilo.

No modelo de expansão e de atração de novos investimentos que está sendo preparado, cinco setores da indústria serão escolhidos para compor a nova área da ZPE Ceará.

“ Agora a gente passa para a etapa de consolidação dos resultados obtidos hoje. A escolha de cinco setores prioritários que serão a base para os estudos aprofundados. Então a gente vai conhecer a realidade de cada um desses setores, os principais determinantes competitivos para que os investidores sintam se seguros em estar na ZPE Ceará”, disse Guilherme Muchale – Gerente do Observatório da Indústria da FIEC.