ZPE CEARÁ é exemplo para outros estados

2 de janeiro de 2020 - 20:45 # # # # # # # #

 

A Zona de Processamento de Exportação do Ceará- ZPE CEARÁ, parte do Complexo do Pecém, ao longo desses seis anos de funcionamento acumula mais de 12 milhões de toneladas movimentadas, resultado do funcionamento de três grandes empresas instaladas nos 6 mil hectares da zona de processamento de exportação cearense.

Para começar o ano de 2020, a gerente de operações da ZPE CEARÁ, Karina Bzyl, recebeu a visita do Secretário de Municipal de Indústria, Comércio e Turismo de Barcanera, no Pará, Jairo Antônio Castro Nascimento. A gerente realizou uma apresentação institucional ao secretário e um tour pelas instalações da ZPE CEARÁ, incluindo a Companhia Siderúrgica do Pecém – CSP, maior investimento privado no Ceará.

“Conhecer o Complexo, a ZPE Ceará especificamente, foi uma experiência incrível, pois a nossa Zona está sendo implementada e vamos, com certeza, nos inspirar aqui. Estou levando comigo tudo o que vimos de positivo para aplicar na nossa área”, declarou satisfeito o secretário. A ZPE do Município de Barcarena é umas das 18 ZPEs criadas e autorizadas até o momento pelo Ministério da Economia da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a ZPE CEARÁ, por sua vez, é a única alfandegada e em pleno funcionamento.

Karina Bzyl destaca que a troca de conhecimento é importante para o crescimento e desenvolvimento do país, “Atualmente somos a única autorizada a operar no Brasil. Isso nos faz ver que também estamos contribuindo para o desenvolvimento dos outros estados brasileiros. Quanto mais ZPE tivermos, mais geração de emprego e renda será proporcionada, assim como a representatividade do Brasil no mundo através das nossas exportações”, finalizou a gerente.

O secretário ainda conheceu o Porto do Pecém, parte também do Complexo do Pecém, e por onde é importado/exportado a maior parte da matéria-prima e material produzido pelas empresas instaladas na ZPE CEARÁ e em outras áreas do complexo.